• Details
  • Gallery
  • Tags
  • More

CÓDIGO ABERTO / Ateliê Aberto

Home  /  País  /  Brasil  /  Current Page

corpo3

Código Aberto é um projeto de ocupação do Ateliê Aberto, patrocinado pela Petrobras, que busca investigar e expor os mecanismos e processos da produção e criação contemporânea. Partindo da triangulação – artista, público e contexto – o projeto procura investir em processos compartilhados, experimentais e transdisciplinares. Com atividades internas e externas, o programa se divide em quatro módulos: Cidade, Corpo, Tecnologia e Imaginário. Juntos, esses eixos formam uma rede dialógica que buscam instaurar novas possibilidades de convivío.

O coletivo SHN, o artista Rodrigo Braga, a dupla Flavia Regaldo e Aruan Mattos e artista Carla Barth permanecerão em residência no Ateliê Aberto, quando realizarão um workshop, uma ação na rua e ocuparão com intervenções as galerias e a fachada do espaço. Na abertura das exposições acontecerá ainda o sonZeira, apresentação audiovisual com grupo/artista convidado. Cada módulo trará no CineCaverninha uma mostra de vídeos acompanhada de uma conversa aberta com os curadores convidados.

 

www.facebook.com/abrindocodigos

www.atelieaberto.art.br

 

CÓDIGO ABERTO (março 2014 – março 2015)

 

MÓDULO I – CIDADE | março, abril e maio de 2014

SHN (SP) – coletivo convidado

curadoria CineCaverninha: Alejandro Haiek (Venezuela) e Francisca Caporali (MG)

sonZeira: SHN (SP)

 

MÓDULO II – CORPO | julho, agosto e setembro de 2014

RODRIGO BRAGA (AM) – artista convidado

curadoria CineCaverninha: André Severo (RS)

sonZeira: DJ Barata (SP)

 

MÓDULO III – TECNOLOGIA | outubro, novembro, dezembro de 2014

FLÁVIA REGALDO E ARUAN MATTOS (MG) – dupla convidado

curadoria CineCaverninha: Marcio Harum (SP)

sonZeira: Jovem Palerosi (SP)

 

 

MÓDULO IV – IMAGINÁRIO | janeiro, fevereiro e março de 2015

CARLA BARTH (RS) – artista convidado

curadoria CineCaverninha: Clarissa Diniz (PE)

sonZeira: Nsista (MG)

 

 

O ATELIÊ ABERTO

O Ateliê Aberto é um organismo que investiga, idealiza e fomenta novos processos de gestão e criação em cultura contemporânea. Este laboratório permanente de processos colaborativos e de convívio é estruturado em três frentes coexistentes que se relacionam entre si: espaço cultural, criação de projetos e prestação de serviços. Para se relacionar com o seu entorno, o Ateliê propõe residências, ações, exposições, intervenções, mostras e debates ampliando as possibilidades de criação e pesquisa dentro do circuito da arte contemporânea. Com o objetivo de desenvolver essas relações e formar público, o espaço se tornou um articulador de ideias e experiências, promovendo reflexão social, cultural e política, trazendo à tona novas possibilidades de compreender nosso contexto. Nessa busca constante, o Ateliê Aberto expande o espaço físico de sua sede e os espaços expositivos convencionais, rompendo também o distanciamento entre diferentes áreas do conhecimento e aproximando o público dos artistas.

Projeto CÓDIGO ABERTO

versoes_minc-gf


Leave a Reply